martedì 24 maggio 2022

Vaticano
Papa denuncia «guerra absurda» na Ucrânia, agradecendo a quem acolhe refugiados

(ecclesia) 
O Papa denunciou hoje no Vaticano a “guerra absurda” na Ucrânia, agradecendo a quem acolhe refugiados, num encontro com responsáveis da Proteção Civil da Itália. “Obrigado pela assistência e acolhimento na Itália dos refugiados da Ucrânia, especialmente mulheres e crianças que fugiram desta guerra absurda. O bem não faz barulho, mas constrói o mundo”, disse Francisco, num discurso divulgado pela sala de imprensa da Santa Sé. Citando o discurso de Paulo VI na ONU, em outubro de 1965, o Papa declarou: “Nunca mais a guerra”. “Qualquer guerra representa uma rendição à capacidade humana de proteger. Uma negação do que está escrito nos compromissos solenes das Nações Unidas”, assinalou (...)