domenica 5 dicembre 2021

Grecia
Papa regressou a Lesbos para denunciar «crise humana», apelando a compromisso de toda a Europa (c/fotos)

(ecclesia)
O Papa regressou hoje à ilha grega de Lesbos, cinco anos depois, denunciando a “crise humana” que atinge os refugiados alojados em condições precárias e todos os que morrem ao tentar chegar à Europa. “É um problema mundial, uma crise humana que diz respeito a todos”, disse Francisco, depois de ter cumprimentado dezenas de pessoas, no local, muitas das quais visivelmente emocionadas. A intervenção sublinhou que, como mostrou a pandemia, “as grandes questões devem ser enfrentadas em conjunto, porque, no mundo atual, são inadequadas as soluções fragmentadas”. O Papa, que apesar das dificuldades em caminhar esteve longos minutos junto de várias famílias, à sua chegada, evocou as imagens de crianças mortas nas costas do Mediterrâneo. (...)