venerdì 28 luglio 2017

Agência Ecclesia
A Cáritas Europa associou-se à celebração do Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, que acontece anualmente a 30 de julho, e pediu acesso “legal e seguro” para os migrantes que chegam ao continente. Segundo a organização católica, esta seria a “chave” para travar o tráfico humano, que considera uma “chaga” a que a Europa precisa de responder. “Cada criança e adulto apanhados na armadilha desta forma moderna de escravatura, enjaulados no medo, abuso e medo, é uma vítima a mais”, refere o comunicado da Cáritas, divulgado através da página da instituição. (...)