giovedì 25 novembre 2021

Portogallo
Equipas «dinâmicas e proativas» responderam ao aumento de casos de violência durante a pandemia (c/ vídeo)

(ecclesia) A presidente da Associação Ser Mulher, em Évora, disse à Agência ECCLESIA que, em tempo de pandemia, o número de atendimento aumentou e as equipas tiveram de ser “dinâmicas e proativas” para chegar às vítimas. “Na pandemia, a atividade das estruturas de atendimento não diminuiu, muito porque os atendimentos eram sobretudo presenciais e, nessa altura, foi necessário ter uma resposta para chegar às vítimas, designadamente através de atendimentos, seja por telefone por SMS por todas as vias possíveis”, explica a responsável no programa ECCLESIA desta quinta-feira. No Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, que se assinala no dia 25 de novembro, Ana Beatriz Cardoso destacou a “dinâmica e proatividade” das equipas para chegar às vítimas. (...)