giovedì 11 luglio 2019

agencia.ecclesia.pt
Investigação diz respeito ao caso de Emanuela Orlandi, uma adolescente italiana desaparecida em 1983. Cidade do Vaticano, 11 jul 2019 (Ecclesia) – O Vaticano anunciou hoje que a operação de abertura de duas campas no Cemitério Teotónico, ligada à investigação do desaparecimento de Emanuela Orlandi, foi hoje levada a cabo e que, ao longo dos trabalhos, não foram encontrados restos humanos nas referidas urnas. Em comunicado, o diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisotti, salientou que “os trabalhos foram concluídos às 11h15 (menos uma em Lisboa)” e que as buscaram se revelaram infrutíferas, ou seja, “não foram encontrados (...)