mercoledì 9 agosto 2017

Agência Ecclesia
O Papa Francisco defendeu hoje no Vaticano uma Igreja centrada na misericórdia, sem “desprezo” pelos que erram, e sublinhou a importância do perdão no ensinamento de Jesus. Na audiência pública semanal, que reuniu mais de 7 mil pessoas na sala Paulo VI, o pontífice lamentou que existam católicos que “desprezam” os outros. “É triste, isto”, advertiu. A intervenção realçou que os contemporâneos de Jesus reagiram com críticas e acusações de “blasfémia” perante o seu ensinamento em relação ao perdão dos pecados, o que em última instância o levaria a ser crucificado. (...)