giovedì 10 agosto 2017

Agência Ecclesia
O bispo de Bangassou, na República Centro-Africana, denunciou a morte de 50 pessoas numa missão católica em Gambo, a 75 quilómetros da sede da diocese. “Degolaram vários homens e crianças. Está tudo muito tenso", declarou D. Juan José Aguirre, citado pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), em comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA. A informação é divulgada depois de, esta quarta-feira, o Papa Francisco ter alertado para a “violência homicida” contra os cristãos na República Centro-Africana, falando durante a audiência pública semanal, no Vaticano. (...)