giovedì 3 agosto 2017

Agência Ecclesia
A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre vai doar uma ajuda de emergência de 70 mil euros para as viúvas e os órfãos vítimas da violência do grupo islâmico Boko Haram na Diocese de Maiduguri, na Nigéria. “As milícias do Boko Haram chegaram à minha casa de manhã, muito cedo. Começaram a roubar tudo e logo ordenaram ao meu marido que se convertesse ao Islão e porque recusou cortaram-lhe a cabeça diante dos meus olhos”, contou Esther, em hausa, a língua local. (...)