sabato 5 agosto 2017

Agência Ecclesia
O novo bispo de Hong Kong, D. Michael Yeung, afirmou que a “Igreja não é um partido político” e não faz oposição, adiantando que vai “encorajar” as pessoas a votar em “consciência” nas próximas eleições parlamentares. “No que diz respeito aos problemas que afetam toda a sociedade, como os direitos humanos, a justiça, a abertura e a responsabilidade legal, penso que a Igreja deve erguer-se e falar claro”, disse o bispo diocesano, em conferência de imprensa, após a nomeação da Santa Sé. (...)