sabato 8 luglio 2017

Agência Ecclesia
A Cáritas da Venezuela alertou para a situação de “mortalidade infantil e desnutrição” que afeta o país sul-americano, num clima de crise social e política agudizada pelos protestos de rua. O Ministério Público da Venezuela confirmou esta terça-feira que 90 pessoas foram assassinadas na Venezuela desde Abril, no âmbito de protestos a favor e contra o Governo do presidente Nicolás Maduro. Entre estes mortos há pelo menos 12 menores de idade. (...)