lunedì 3 luglio 2017

Agência Ecclesia
O Papa Francisco alertou para a “inércia” e o “egoísmo” da comunidade internacional perante as causas que provocam a fome de milhões de pessoas, numa mensagem lida hoje na sede da FAO. “As guerras, o terrorismo, as deslocações forçadas de pessoas que cada vez mais impedem - ou pelo menos condicionam fortemente as atividades de cooperação - não são fruto de fatalidades, mas antes consequência de decisões concretas”, escreve Francisco, na mensagem enviada aos participantes da 40ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), que começou hoje em Roma. (...)