domenica 23 luglio 2017

Agência Ecclesia
42 Movimentos de Trabalhadores Cristãos de África, América, Ásia e Europa partilharam preocupações comuns de “desemprego, falta de emprego digno e alta precarização das relações laborais” que geram “dor, sofrimento, desespero, violência, emigração, guerra e morte”. “O sistema económico vigente, que visa apenas o lucro, sustenta-se a partir de um modelo de relações laborais baseado no enfraquecimento dos direitos do trabalho e sindicais, da negociação coletiva e dos direitos sociais e no empobrecimento e desumanização (...)