giovedì 13 luglio 2017

Agência Ecclesia
Uma peregrinação com cerca de 90 peregrinos oriundos de vários países da ex-União Soviética está em Fátima para celebrar a aparição de 13 de julho de 1917, na qual há uma referência direta à Rússia. “É um dia muito bonito para nós, viemos dizer obrigado, 100 anos depois do pedido da Virgem Maria”, refere à Agência ECCLESIA D. Clemens Pickel, bispo da Diocese de São Clemente em Saratov, Rússia. O testemunho dos videntes de Fátima regista que, na aparição de 13 de julho de 1917, Nossa Senhora lhes disse: (...)