martedì 4 luglio 2017

Agência Ecclesia
O arcebispo do Lubango apelou ao entendimento de “cada cidadão” no processo eleitoral angolano que vai terminar com o sufrágio de 23 de agosto. “O que é preciso é que cada cidadão se sinta envolvido em todo o processo para que cada um dê o seu melhor e Angola ganhe; ganhando Angola, ganha um país de África, um país do mundo”, disse D. Gabriel Mbilingi à Agência ECCLESIA. O membro do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Angola e São Tomé (CEAST) recorda que o episcopado católico publicou uma mensagem pastoral sobre as eleições, falando num “momento de graça” para o povo angolano. (...)