giovedì 8 giugno 2017

Agência Ecclesia
O Papa disse hoje no Vaticano que a “grande revolução” do Cristianismo é permitir que Deus seja chamado “papá”, como Jesus ensinou na oração do Pai-Nosso. “Todo o mistério da oração cristã resume-se aqui, nesta palavra: ter a coragem de chamar Deus com o nome de Pai”, referiu, na audiência pública semanal que decorreu na Praça de São Pedro, perante milhares de pessoas. Francisco observou que a tendência natural é “usar títulos mais elevados” para referir-se à Transcendência. (...)