mercoledì 14 giugno 2017

Agência Ecclesia
O Papa Francisco defendeu hoje no Vaticano a força do amor para superar o mal e a infelicidade, sobretudo junto de quem se sente marginalizado ou esquecido. “Ninguém pode viver sem amor. Uma feia escravidão em que podemos cair é a de pensar que o amor tem de ser merecido”, afirmou, perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro para a audiência pública semanal. (...)