martedì 6 giugno 2017

Agência Ecclesia
Um estudo da Universidade Católica Portuguesa, sobre a relação das crianças com as novas tecnologias, e o papel da família, mostra que os pais “temem a utilização das redes sociais” e o acesso dos filhos a “conteúdos impróprios na internet”. Este trabalho, enviado hoje à Agência ECCLESIA, abrange crianças entre os 0 e os 8 anos de idade. Tem por base um “estudo exploratório” feito o ano passado, a partir do qual foi possível detetar algumas “mudanças” na “forma como as crianças e as suas famílias se envolvem com as tecnologias digitais no contexto português”. (...)