martedì 13 giugno 2017

Agência Ecclesia
O cardeal italiano D. Angelo Bagnasco, arcebispo de Génova e presidente do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) disse hoje em Fátima que os católicos devem rejeitar o perigo de “desfigurar a fé”. “Desfigurar a fé significa desfigurar o rosto de Jesus, significa tirar do Evangelho a espinha dorsal da graça, da vida sobrenatural; é reduzi-lo a um manual de sabedoria humana. As aparições de Nossa Senhora convocam-nos ao coração da fé, sem o qual a vida seria assimilada pela lógica do mundo”, disse, na homilia da Missa da Vigília da peregrinação internacional do 13 de junho. (...)