giovedì 18 maggio 2017

Agência Ecclesia
O Papa Francisco alertou hoje no Vaticano para a destruição de embriões humanos na investigação científica, ao receber doentes de Huntington, familiares, médicos e outros profissionais da saúde de várias partes do mundo. “Alguns ramos da investigação utilizam embriões humanos, causando inevitavelmente a sua destruição. Sabemos que nenhuma finalidade, por mais nobre que seja - como a previsão de uma utilidade para a ciência, para outros seres humanos ou para a sociedade -, pode justificar a destruição de embriões humanos”, defendeu, no discurso que proferiu na sala Paulo VI. (...)