venerdì 19 maggio 2017

Agência Ecclesia
O Papa Francisco apelou hoje ao uso da “paciência corajosa do diálogo e da diplomacia” para superar conflitos internacionais, em vez do recurso à força, e condenou quem estimula o ódio religioso. “A quem deturpa assim a imagem de Deus, se oponha um empenho conjunto para mostrar que se honra o seu nome ao salvar vidas, e não matando-as, levando reconciliação e paz, e não divisão e guerra, com a misericórdia e a compaixão (...)