domenica 14 maggio 2017

Agência Ecclesia
A Semana da Vida que hoje tem início quer colocar no centro da reflexão as várias “ameaças à família” em especial das pessoas “indefesas” e “marginalizadas”. “As pessoas são marginalizadas e a sociedade é mais defensora da morte do que da vida”, disse à Agência ECCLESIA Manuel Marques, responsável pelo Departamento Nacional da Pastoral Familiar. O responsável foca o distanciamento entre gerações, que vota os mais velhos ao isolamento e à “exploração”. (...)