domenica 14 maggio 2017

Agência Ecclesia
O Papa Francisco voltou hoje a mostrar a sua determinação de combater os casos de abusos sexuais da Igreja, afirmando que não perdoa estes crimes a nenhum sacerdote, após este ter esgotado os recursos do processo canónico. “Nunca assinei um indulto”, disse aos jornalistas, no voo de regresso a Roma após uma visita de dois dias a Portugal. A resposta surgiu após o Papa ter sido questionado sobre a demissão da irlandesa Marie Collins da Comissão Pontifícia para a Tutela de Menores (Santa Sé). (...)