giovedì 11 maggio 2017

Agência Ecclesia
O Papa disse que gostaria de aceitar os convites que recebeu para visitar “aldeias e cidades” de Portugal, agradece a compreensão por ter decidido “circunscrever” a viagem a uma peregrinação e considera-a “um programa de conversão”. “Bem sei que me querias também nas vossas casas e comunidades, nas vossas aldeias e cidades. O convite chegou-me! Escusado será dizer que gostaria de o aceitar. Mas não é possível”, afirmou Francisco na videomensagem enviada à Agência ECCLESIA pela Nunciatura Apostólica em Lisboa. (...)