sabato 27 maggio 2017

Agência Ecclesia
O Papa Francisco começou hoje uma viagem de 10 horas à cidade italiana de Génova, no noroeste da Itália, alertando para os problemas que afetam o mundo do trabalho. “Hoje, o trabalho está em perigo. No mundo, o trabalho não se considera com a dignidade que tem e que dá”, disse, junto ao porto genovês, na siderurgia Ilva, junto de trabalhadores, empresários, sindicalistas e capelães. “Estar tão perto do porto lembra-me de onde saiu o meu (...)