venerdì 25 novembre 2016

Agência Ecclesia
O Papa criticou hoje no Vaticano as máfias da droga que matam quem lhe faz frente, numa conferência sobre narcotráfico promovida pela Academia Pontifícia das Ciências. “A droga é uma ferida na nossa sociedade”, denunciou, falando numa rede que captura muitas pessoas, “vítimas” que perdem a sua liberdade. Francisco considerou que a toxicodependência é uma “nova forma de escravatura” que prejudica a sociedade. “Mas quando queremos ir à procura das redes de distribuição, deparamo-nos com uma palavra de cinco letras: máfia. E chega mesmo a matar quem combate a escravatura da droga”, alertou. (...)