domenica 20 novembre 2016

Agência Ecclesia
O Papa recordou hoje no Vaticano o drama dos refugiados em todo o mundo, num dia em que criou cardeal o seu representante diplomático (núncio apostólica) na Síria. “A nossa época carateriza-se por problemáticas e fortes interrogações à escala mundial. Tocou-nos atravessar um tempo em que ressurgem, à maneira duma epidemia, nas nossas sociedades, a polarização e a exclusão como única forma possível de resolver os conflitos”, lamentou Francisco, na homilia do consistório público a que presidiu na Basílica de São Pedro, para a criação de 17 cardeais. (...)